Sessões de Culinária no Lar de São Vicente

Arraial de Sto António no Jardim do Lar de São Vicente
Junho 1, 2018
“Mãos Solidárias”
Setembro 11, 2018

Sessão de Culinária

O Lar de São Vicente de Alcabideche desenvolve atividades intituladas de “Sessões de Culinária” duas vezes por mês. A realização desta atividade é composta por grupos de 6 a 8 idosos, selecionados previamente pela Terapeuta Ocupacional.

Com a realização desta atividade é possível confecionar um produto final concreto, onde é vendido aos familiares e funcionários do Centro Paroquial, revertendo esse dinheiro para a ajuda da compra dos materiais para a continuação das atividades ocupacionais.

Os objetivos principais da sessão de culinária são:

  • Possibilidade de escolha da receita a confecionar;
  • Identificação dos vários ingredientes e materiais necessários a serem usados;
  • Pesagem correta de cada ingrediente e realização de cálculo se necessário;
  • Manuseio correto dos vários utensílios de culinária e dos ingredientes;
  • Trabalho em equipa e respeitar as dificuldade do outro.
  • Trabalhar as capacidades e competências ainda presentes, como: a leitura, o cálculo, planeamento motor, movimentos de motricidade fina, atenção, concentração, memória, cálculo, gestão do dinheiro, entre outros.
  • Venda ao público do produto confecionado.

 

É importante o idoso aceitar novas formas de realizar a atividade que é tão importante para si, como a culinária, relembrar e partilhar conhecimentos adquiridos com os restantes residentes.

O facto de elaborarem toda a receita de início ao fim e poderem observar e provar o produto final resultante do esforço e dedicação do grupo promove um aumento da autoestima, motivação e valorização do seu trabalho. Pois, apesar das dificuldades que vão surgindo ao longo do processo natural de envelhecimento, conseguem, adaptando a atividade, realizar a receita em contexto grupal e atingir o produto final esperado com sucesso.

É uma atividade que permite estimular as componentes físicas e cognitivas de cada idoso, respeitar o outro e as dificuldades de cada um, mas acima de tudo permite voltar a desempenhar uma atividade bastante significativa para a grande maioria das nossas idosas, o cozinhar.

Terapeuta Ocupacional Vanessa Patrício

Os comentários estão fechados.